Transformação Digital na SUCESU 2017

Fui convidado para participar como palestrante do congresso Sucesu 2017 em Salvador – Bahia, que tinha como tema a Transformação Digital. Dentro do congresso participei de um evento chamado CIO Meeting, um encontro de diretores de tecnologia das empresas da Bahia. E vou dizer uma coisa, FOI FANTÁSTICO! Minha palestra foi sobre os desafios dos CIOs na transformação digital, que irei apresentar em outra publicação, porque nessa vou trazer insights sobre a transformação digital.

No evento tive a oportunidade de ver e trocar uma ideia com profissionais fantásticos como Francesco Farruggia (Campus Party), Ricardo Cappra, Marcio Okabe, Leandro Henrique de Souza (Positivo), entre outras feras.

Rapidinho, você sabe o que é a transformação digital? É a mudanças associada a utilização de tecnologias digitais em todas as áreas da sociedade humana. Em resumo, é toda essa tecnologia digital que usamos no dia a dia, Google, UBER, apps, websites, e outras tecnologias que mudam nossa forma de viver, nossa cotidiano, trazendo muitas mudanças. Lembra que antes era necessário ir ao banco consultar seu saldo? Hoje já temos bancos 100% digitais, sem agências física. Cada vez mais essas transformações vão afetar nossas vidas e os negócios.

Vou compartilhar com vocês insights importantes sobre a transformação digital que essas feras trouxeram, confira:

Ricardo Cappra – A era dos Algoritmos

Ricardo Cappra – Data Scientist

  • Torturamos os dados até que eles confessem.
  • Transformações: Dados -> Informação -> Conhecimento -> Sabedoria.
  • Implementação da cultura analítica.
  • É possível por exemplo, saber até 10 dias antes de uma pessoa entrar em um relacionamento sério no Facebook através da análise de dados.
  • Geramos diariamente uma quantidade absurda de dados.
  • A era do privilégio da informação acabou.
  • BI x Data Science: BI é sobre o passado, sobre o que já é conhecido e Data Science sobre o futuro, sobre o que ainda é desconhecido.
  • Hoje temos que filtrar o que é realmente importante. Transformar Big Data em Small Data.
  • Capturar insights através de inteligência analítica.
  • “Seres humanos são complexos”. Os problemas da Inteligência Artificial são gerados por problemas humanos. Ver o case do robô da Microsoft que vira racista em apenas 1 dia.
  • O computador, mesmo com inteligência artificial avançada não é capaz de criar, improvisar. Ele segue sempre um script.
  • 10 coisas importantes que estão sendo estudadas e vão virar realidade: *Busquem no Google por mais informações
    1.  Profissão: Treinador de IA;
    2.  Big Data for Good;
    3. Informações em tempo real;
    4. Cyborgs;
    5. Personal Analytics;
    6. Personalização de algoritmos;
    7. Self Service de Analytics;
    8. Discussões sobre privacidade na internet;
    9. Inteligência Aumentada;
    10. 10) All Data Analytics.

Francesco Farrugia – Campus Party – Feel the Future

Campus Party

  • Lei de Moore continua valendo.
  • As transformações são muito rápidas e estão acontecendo: Kodak estava entre as 10 maiores empresas dos EUA e a Fujifilm entre as 5 maiores do Japão. Olhe o mercado de música como mudou nos últimos 10 anos.
  • Marketing: As grandes digitais não fazem mais marketing tradicional.
  • Os Jornais e redes de televisão vão acabar.
  • Profundas transformações na industria, as impressoras 3D hoje são como os antigos modem 56k. É possível imprimir o seu tênis, e construir uma casa de 200m² em 8 horas.
  • Nano tecnologia: Usar a matéria de forma diferente.
  • Quando tudo isso vai acontecer? Quando não é o mais importante, o mais importante é saber para onde o mundo está indo.
  • Grandes demissões, e esses empregos não voltarão…
  • Quem detêm o poder hoje vira conservador, tenta atrapalhar essa transformação.
  • Moedas digitais vieram para ficar, elas são mais nossas do que as moedas de um país, ligadas ao Trump ou ao Temer…
  • Sistema educacional vai passar por grande transformação
    • Hoje: Professor (ativo) -> Aluno (passivo)
    • 93% dos alunos nos estados unidos não conseguem pagar o crédito educativo.
    • A academia (universidades) não tem respostas para os millennials, e não tem humildade de perguntar por soluções.
    • Para a educação conhecimento era = propriedade. Vendiam essa propriedade para os alunos.
    • Nativo digital compartilha conhecimento / informação. O conhecimento se desconcentrou.
    • Os maiores empreendedores atuais não aguentaram 5 meses na universidade.
    • A academia pode desaparecer se não mudar.
    • Auto formação é uma tendência.
    • Educação requer paixão.
  •  Alguns dos desafios que vamos nos deparar:
    • As máquinas fazendo o trabalho;
    • IBM Watson fazendo diagnósticos médicos melhor do que um médico e por apenas $20.
    • Como ganhar R$?
    • O que vamos fazer se não precisarmos trabalhar? Como vamos viver?
    • Otimistas dizem que vamos viver tempos difíceis e depois tudo vai melhorar. Pessimistas dizem que viveremos guerras e dias piores.

Leandro Henrique de Souza – Positivo – Empreendedorismo e Tecnologias

  • VELOCIDADE, case Otto: empresa de automação de caminhões, fundada em janeiro de 2016, vendida em agosto do mesmo ano para a Uber e realiza a primeira entrega de carga de cerveja em Outubro do mesmo ano.
  • Empresas tradicionais, nesse caso a POSITIVO, não consegue acompanhar a velocidade da nova realidade.
  • NOKIA CEO “Nós não fizemos nada de errado, mas de alguma forma nós perdemos”.
  • Os 6Ds da transformação digital:
  1. Digitalização: Vai par ao mundo digital.
  2. Decepção: As coisas não acontecem como “deveria ser”, isso frusta, as pessoas acham que não vai dar certo.
  3. Disrupção: A coisa estoura, e todos começam a usar, modelos antigos ficam para trás.
  4. Desmaterialização: A coisa material deixa de existir, EX: DVDs para Netflix, Carros para Uber
  5. Desmonetização: As coisas vão ficando cada vez mais baratas. Uber, Uber x, Uber Pool.
  6. Democratização: Todas as pessoas vão tendo acesso.
  • A disrupção acontece em todas as áreas!
  • Antigos especialistas projetam o futuro de forma linear: EX: Novos hotéis no RIO para as Olimpíadas, mas o AirBnb hospedou 25% dos visitantes… E com isso muitos hotéis vazios.
  • Case da Contabilizei: atende milhares de empresas com poucos contadores.
  • Exame de mapeamento de DNA por menos de $180.
  • A GM já testa modelos de carro como serviço.
  • Call centers não vão mais existir em pouco tempo graças a inteligência artificial.
  • Seguro digital de carro Metromile, onde ativa e desativa a qualquer momento.
  • Perguntas que sua empresa deve fazer:
    1. Meu modelo de negócio vai persistir ou vai sofrer disrupção?
    2. A mudança vai ser rápida ou suave?
    3. O que eu preciso mudar na cultura da minha empresa?
  • Gestão mantenedora x Gestão Disruptiva. Acreditando em uma gestão dupla de equipes diferentes dentro da mesma empresa.
  • Inovação, performance e legado.
  • Equipes autônomas de inovação.
  • Processos atuais não servem para as novidades.

Marcio Okabe – Surfando nas Ondas da Mudança

  • Em 2025 o poder de processamento dos computadores será do mesmo nível do cérebro humano. Já em 2045 esse poder de processamento será igual ao de todos os seres humanos juntos!
  • A luta entre os táxis e o Uber é irrelevante, pois muito em breve a realidade é a dos carros autônomos.
  • A expressão “E SE” pode te ajudar a ser mais criativo.
  • Em 2025 50% da economia vai estar ligada a economia compartilhada. Tirando o foco no ter, e sim em usufruir.
  • Evento Burning Man, importantes CIOs e CEOs, participam dessa experiência fora da caixa, que constrói uma verdadeira cidade no deserto por 5 dias. A importância de SAIR DA CAIXA.
  • Nós regredimos do ponto de vista humano.
  • Liberdade gera retorno.
  • Computação cognitiva. Ex: Turismo com drone e realidade virtual.

“Escolas que são gaiolas existem para que os pássaros desaprendam a arte do voo. Escolas que são asas não amam pássaros engaiolados. O que elas amam são os pássaros em voo. Existem para dar aos pássaros coragem para voar”, ele afirma. Ele continua mostrando que o papel da escola não é ensinar a voar, mas encorajar a voar. Porque, afinal, as “aves” já nascem com o instinto para o voo. Mas, não voarão nunca, se não forem encorajadas.

Gustavo Perez – Fundador da MTM Tecnologia

  • Foca da transformação digital está na experiência do usuário.
  • São os clientes que impulsionam a inovação.
  • Vícios antigos impedem a criação da transformação digital.
  • 50% do faturamento do Sales Force vem de APIs.

Flávio de Souza Marinho – SENAI

  • A revolução digital é uma revolução nas pessoas.
  • As mudanças são muito rápidas!
  • A quarta revolução industrial (livro de Klaus Schwab)
  • É um grande incomodo para as empresas tradicionais.
  • Em poucos anos a nomenclatura de Industria e Serviços vai cair. Serão unificadas.
  • Gerão millennials já dominando o mercado. 36% das compras de imóveis nos EUA são eles quem fazem.

Vicente Lima – Dell

  • Empresas como a Ford comprando startups e criando experiências digitais em seus carros.
  • Case da Tesla, que aumentou em tempo real a capacidade de bateria dos carros durante o furacão Irma.
  • Empresas agora servem a todos os millennials juntos, gerações X, Y, Z.
  • Departamento de TI cada vez mais junto do business da empresa. TI é o negócio.

Lucas Ayres – Start On App

  • Ou sua empresa é digital, ou ela vai ser digital.
  • Muitas APIs disponíveis para desenvolver soluções digitais
  • Sites de APIs gratuitas e pagas: 99 APIs, Mashape.

O que acharam? Vamos trocar umas ideias! Deixe seu comentário, ou envie um email para adm.lhsouza@gmail.com

Um grande abraço!

Deixe uma resposta