Paixão Empreendedora

Paixão empreendedora

Coração, Paixão por empreender

Paixão Empreendedora

Só é empreendedor aquele que tem paixão por transformar ideias em realidade. Todos aqueles que tem ideias incríveis e inovadoras, mas ficam só no mundo das ideias ou apenas no projeto não são empreendedores, o empreendedor é aquele que faz acontecer, que suja as mãos, que descobre maneiras de realizar, que busca caminhos alternativos. A paixão está ligada ao espirito empreendedor, sem ela o empreendedorismo não existe, mesmo quando se tem todas as outras características do poder pessoal bem constituídas. É ela que move o empreendedor adiante, se você não tem essa paixão empreendedora, talvez seja aconselhável pensar em outra carreira.

Empreender

Só é empreendedor quem tem paixão por transformar ideias em realidades!

É possível e necessário apresentar o empreendedorismo desde cedo, nas escolas e em projetos especiais, mostrar para as crianças e adolescentes que existe essa oportunidade como carreira, despertando a paixão empreendedora desde cedo.

Como eu sei se tenho essa paixão? Pense naquela ideia que você quer tirar do papel, se você não fizer nada para que isso aconteça, você vai ficar bem? A resposta empreendedora seria: “Eu preciso dar um jeito de colocar a minha ideia em prática”. Só com o autoconhecimento você pode se descobrir, saber o que quer, quais são seus sonhos, saber se você tem de verdade a paixão por empreender. O empreendedor não é movido pelo dinheiro, pelo retorno financeiro, isso é a consequência do sucesso do empreendimento, o empreendedor é movido pela paixão empreendedora.

Saiba mais sobre autoconhecimento aqui.

E você, tem paixão por empreender?

Se precisar de ajuda, estou aqui para lhe ajudar.

Um grande abraço.

Luis Henrique de Souza.

Spirituality Meets Business

Spirituality Meets Business

Participei do Spirituality Meets Business, a Palestra foi na quinta-feira (19/05) e o workshop foi no domingo (22/05). Vou fazer um resumo do que foi abordado.

O Palestrante Gustavo Tanaka tem uma história bem interessante, administrador de empresas, ele foi para a carreira corporativa, passou por diversos cargos e se decepcionou. Na busca pelo auto conhecimento ele empreendeu em três negócios diferentes, de portes diferentes, com sucessos e fracassos. De sua história de vida, cheia de negócios e mudanças, e com um forte background espiritual graças a influência de sua mãe, ele deu outra grande guinada em sua vida, foi para o lado da espiritualidade, escreveu um livro, virou palestrante e toca diversas empresas colaborativas.

Algumas das lições que ficaram claras para mim sobre a vida e carreira do Gustavo:

  • O mundo corporativo boicota mentes criativas e ativas;
  • Um bom administrador não é necessariamente um bom empreendedor.
  • É possível criar um negócio de “sucesso financeiro” e não gostar dele, não gostar de tocar o negócio.
  • Cada experiência, cada crise que temos em nossa vida é fundamental para nos transformar no que somos hoje, ou no que seremos amanhã.
  • Não existe uma formula para um empreendimento de sucesso! Não adianta seguir os passos de quem teve sucesso! Cada um deve descobrir o seu próprio caminho.
  • É fácil tomar decisões erradas quando se está desesperado.
  • O medo nos boicota, ele nos prende, nos afeta de uma maneira muito forte e nós nem nos damos conta disso.
  • A forma como vivemos hoje (em nossa sociedade) não faz mais sentido.
  • Estamos em transição para um modelo (sócio econômico) que ainda não existe.
  • Nosso instinto é colaborar, mas somos instruídos desde sempre a competir.
  • Sempre vai existir alguém que gosta de fazer o que você não gosta. (base do poder da colaboração).
  • É importante termos mais de uma fonte de receitas para não ficarmos presos.
  • Espiritualidade é acreditar, é confiar, é ter fé.
  • Se apaixone por você mesmo. Quem é você para se sentir menos que o outro?
  • Ter ideias é uma responsabilidade, elas estão com você para virem ao mundo.
  • Busque as respostas dentro de você, elas estão lá.
  • Faça o que te faz feliz.

Um pouco do que rolou no workshop:

1) Vibração e Frequência

Todas as coisas físicas em sua essência são feitas da mesma coisa, de energia, só a forma em que estão alinhadas é diferente. Tudo está em movimento, tudo esta em vibração. O universo é feito de energia.

A diferença é que as vibrações estão em diferentes frequências. A frequência de nossas vibrações determina em que faixas emocionais estamos, medo, frustração, coragem, paz, amor, alegria. Atraímos diretamente para nossas vidas coisas, pessoas, fluxos, emoções diretamente relacionais as faixas vibracionais em que nos encontramos. Elas são extremamente mutáveis, agora estou feliz, depois triste, depois decepcionado. O objetivo é sempre tentar manter as frequências vibracionais em níveis positivos.

Como elevar a frequência?

Fazendo o que nos faz bem.
Passamos a semana fazendo coisas que não gostamos, junto de pessoas que não gostamos, isso não nos permite estarmos em uma boa frequência.

Fluxo
Estar no fluxo é quando as coisas começam a acontecer de outra forma, de modo natural. Como aquele cara tem sorte, tudo da certo para ele… Ele está no fluxo.

Existem dois modos de entrar no fluxo, um é enfrentando tudo e todos, indo diretamente contra todos os seus medos, radicalmente. O outro modo é ir se preparando, ir com calma até chegar a onde se deseja.

Consciência:
Em um estado de consciência, com vibrações muito elevadas podemos enxergar tudo de modo diferente, vemos a unidade das coisas. Frequências cada vez mais altas nos levas a um estado de consciência.

Sobre a felicidade:
Se você estiver pensando, quando eu tiver tal coisa, quando eu achar tal coisa, quando eu fizer tal coisa serei feliz… Você está no caminho errado, isso não trará sua felicidade, a felicidade se faz no dia a dia, no agora.
Faça o que te faz bem no trabalho, em casa, com a família, com os amigos, e assim, seja feliz.

2) Fluxo x Esforço

Vivemos na sociedade do NO PAIN NO GAIN, sem dor, sem ganho (sem vitória). Esqueça isso, quando se esta no caminho certo, no fluxo, as coisas acontecem naturalmente, e o esforço nem vai parecer esforço. Você pode trabalhar 12 horas e vai dizer, nossa como passou rápido.

3) Sincronicidade

Encontros certos no tempo certo, seria o que alguns chamam de coincidências.
Para que isso aconteça é necessário uma ação, mostrar o que você quer, saia da zona de conforto, se permita, não tenha medo do ridículo. As pessoas usam mascaras diariamente, elas se escondem para se enquadrar na sociedade, em seu grupo. Mas isso da muito trabalho, é muito mais fácil ser você mesmo e muito melhor também.

Você pode encontrar o seu sócio, o seu investidor, o amor da sua vida em um evento, em uma caminhada, em uma festa, em um comunicado online, mas dificilmente algum desses ira bater na porta da sua casa, você deve indicar que esta aberto, que esta procurando por algo.

Nos somos suscetíveis as vibrações das outras pessoas, elas podem te puxar para baixo ou te levantar, cuidado com as pessoas que o cercam, elas tem influência direta sob você.

4) Campo de infinitas possibilidades.

A vida é um campo de infintas possibilidades, todos os tipos de interações são possíveis. As coisas acontecem no momento certo, não tenha pressa para isso, de tempo ao universo, foque em estar no fluxo.

Para isso, você deve estar aberto… aceitar dicas, leituras, filmes, convites!

Nada faltará a você

Nada faltará a você

5) Intenção

Jogue sua intenção para o mundo.
Dizer o que quer, dar o primeiro passo, começar a fazer, divulgar seus planos, saia da zona de conforto. Sim, agora mesmo!

6) Confiar

Confie no processo, no universo, nas pessoas.
Respeite o tempo do universo, ele é diferente do tempo do nosso querer.

Espiritualidade é acreditar, é confiar é ter fé.

7) Dar e Receber

Devemos ter o equilíbrio em nossa vida entre dar e receber. Só podemos receber se nosso pote tiver espaço para isso. Dar e receber o que exatamente? De tudo, amor, bens, informações, oportunidades, carinho, etc…

É necessário também saber receber, muitas vezes nos fechamos na hora de receber ajuda dos outros, o que é errado, pois o receber pode vir de qualquer lugar, de qualquer um. Devemos também saber pedir ajuda nos momentos em que precisamos, sem ter vergonha.

8) Abundancia

A natureza é abundante, tem para todos.

9) Gratidão

Ter gratidão pelo que se tem, pelo que se recebe é a base dessa filosofia, eu agradeço pelo que tenho hoje, sou grato. Eu não espero pelo amanhã, pelo que eu quero ter no futuro para ser grato hoje. Sou grato por ter participado do evento!

10) Colaboração, Complementaridade e Cuidado mútuo.

A colaboração é um instinto básico do ser humano, mas somos levados por nossa sociedade a competir, a esquecer do outro, não tomamos conta de quem está ao nosso lado. Fazemos coisas que odiamos diariamente sabendo que existem pessoas que amam fazer o que não gostamos.


Nossa… Foi bastante coisa… Espero não ter me perdido no meio do caminho. Tenho certeza que aprendi muito, valeu apena sair da minha zona de conforto. Sugestões, correções, feedbacks, dúvidas, sua opinião é muito importante para mim.

Um grande abraço, até a próxima.


Um agradecimento especial para o pessoal da Pulsar, por organizar esse baita evento!

https://www.facebook.com/pulsarhubme/

Sobre o Gustavo Tanaka:

https://www.facebook.com/gustavo.tanaka.50?fref=ts

http://gustavotanaka.com.br/

O que é ser empreendedor?

be an entrepreneur

Empreendedor x Empresário

O que é ser empreendedor?

O empreendedor é aquela pessoa que consegue transformar uma ideia inovadora em um serviço, produto ou negócio. Ele pensa e age de forma inovadora, identificando e criando oportunidades, inspirando, renovando e liderando processos, tornando possível o que parece impossível, entusiasmando pessoas, combatendo a acomodação à rotina e assumindo riscos em favor de seus ideais.

Segundo Emanuel Leite, PhD em inovação e empreendedorismo, ser empreendedor significa ter capacidade de iniciativa, imaginação fértil para conceber as ideias, flexibilidade para adaptá-las, criatividade para transformá-las em oportunidades de negócio, motivação para pensar conceitualmente e capacidade para perceber as mudanças como oportunidades.

O empreendedor é um artista, um criador. Alguém que cria novos produtos, novos empregos, novas coisas. E nunca para. Ele não cria apenas porque quer, mas também porque sente grande necessidade de realização.

Empresário x Empreendedor

Muito se confunde os dois termos até porque muitas vezes eles realmente estão ligados. O empresário é o dono de uma empresa, ele pode ou não ser um empreendedor, se ele deixar de ter a empresa ele deixara de ser um empresário.  Ser empresário é uma profissão, enquanto ser empreendedor está muito mais ligado a uma postura, uma forma de ver o mundo.

O Empreendedor é aquele faz as coisas acontecerem, aquele que transforma uma ideia em um serviço, produto ou modelo de negócios. Um empreendedor pode ser um empresário, mas pode também ser um funcionário ou o criador de um empreendimento social.

Se o empresário é um agente de inovação, que cria oportunidades e lidera processos, ele também é um empreendedor.

Espirito Empreendedor

É a base do empreendedorismo, é ter a vontade de transformar visões em realidades lucrativas, é querer solucionar problemas reais das pessoas. O espirito empreendedor está diretamente ligado a capacidade de inovação, de fazer diferente, de questionar a realidade e fazer acontecer evoluções diárias, de desenvolver empreendimentos inovadores, que são os motores do desenvolvimento social e econômico de uma nação.

O empreendedorismo não consiste em fazer dinheiro (embora isso geralmente aconteça), mas em atingir a auto-realização pessoal. O que você quer conquistar e construir a longo prazo?

Carreira de Empreendedor

Segundo Eric Ries, criador da Startup Enxuta o “empreendedor” deveria ser considerado um cargo em todas as empresas modernas que dependam da inovação para seu crescimento futuro.

O empreendedor tem a oportunidade de trabalhar em todas as áreas de um negócio, de controlar o seu próprio destino, de gerir seu tempo e lidar diretamente com os clientes. Tudo isso pode parecer fantástico, mas é também uma tarefa extremamente complexa e desafiadora que depende do equilíbrio entre a técnica (conhecimentos e habilidades), a criatividade e o Poder Pessoal.

É empreendedor aquele que transforma ideais em soluções reais inovadoras, isso pode ser dar:

  • Criando seu próprio negócio ou startup;
  • Como funcionário de uma empresa (intraempreendedorismo);
  • Como funcionário público;
  • Criando ou atuando em uma organização sem fins lucrativos.

Competências do empreendedor

Não é apenas com espirito empreendedor, intuição e muita vontade de trabalhar que se faz o sucesso de uma empresa. Além de ter coragem para se arriscar, muitas vezes em um setor produtivo ainda não explorado, o empreendedor precisa levar muito a sério a gestão de seu negócio. Empreender é administrar, o mercado, invariavelmente, acaba devorando os amadores.

estrela do sucesso de zach, Conhecimento, rede de contatos, energia, comprometimento, paixão

estrela do sucesso de zach

Competência do empreendedor moderno:

  • flexibilidade;
  • atualização permanente;
  • motivação, envolvimento e compromisso;
  • criatividade;
  • inovação;
  • atitude pró-ativa e empreendedora;
  • abertura à mudança e disponibilidade;
  • capacidade de adaptação;
  • orientação para a resolução de problemas;
  • tenacidade e resistência a situações estressantes.

Eu acredito que além dessas, existem outras competências importantes para um empreendedor de sucesso, e tenho um modelo novo que aborda essas questões, conheça o Equilíbrio Empreendedor aqui.

Dúvidas?

Vamos construir juntos definições melhores sobre o que é ser empreendedor e empreendedorismo, comente e de a sua contribuição, tire suas dúvidas ou de o seu feedback, sua opinião é muito importante para mim.

Até a próxima!

Luis Henrique de Souza

Fontes:

  • Apreendendo a Empreender – SEBRAE – 2011
  • A Startup Enxuta – Eric Ries – 2012
  • O Fenômeno do Empreendedorismo – Emanuel leite – 2012
  • Planos de Negócios que dão certo – Dornelas, Timmons, Zacharakis, Spinelli – 2008