Insights do Livro Aprendendo a Silenciar a mente

Bem vindos aos insights sobre o livro Aprendendo a silenciar a mente do OSHO. Anteriormente eu já fiz um post com os insighs do livro Criatividade, liberando sua força interior, do mesmo autor. Mas por que silenciar a mente? Todos os nossos problemas são frutos de nossa mente, nossa infelicidade, nossa falta de foco, nossa falta de criatividade, nossos medos, nossas frustrações… Mas a mente também é uma ferramenta incrível quando está sob controle, ela nos permite ser produtivos, analíticos, focados, etc… Confira também o post: A mente Concreta e a Mente Abstrata. Os insights do livro estão divididos em categorias gerais para facilitar a compreensão. Bom mergulho. O que é Meditação A meditação é algo que você pode ter, que você pode ser, mas por sua própria natureza não é possível dizer o que ela é. Em geral a mente está sempre se movendo, e quando ela se move é difícil pensar apenas em um assunto. A concentração não Continue a leitura

Ser Coach Parte 4 – O Coaching é Centrado no Cliente

Bem vindos a 4º parte da série de postagens sobre SER COACH. Confira os outros 3 posts abaixo: Ser Coach Parte 1 – Visão Geral Ser Coach Parte 2 – Fundamentos Ser Coach Parte 3 – Iniciando o Relacionamento de Coaching Diferente de outras formas de suporte profissional, a responsabilidade do processo de Coaching é centrada no cliente, o que gera um grande questionamento no Coach. Afinal, podemos ficar tão bons em ler pessoas, que após ouvir alguém falando por 15 minutos sobre um problema, podemos ter a solução pronta para algo que o cliente pode ter lidado por toda a sua vida sem conseguir resolver. Mas a verdade é que a pessoa tem uma percepção interna muito melhor do que a do Coach. Quem conhece sua história desde o nascimento até agora? Quem tem mais informações sobre os detalhes do dia-a-dia? Quem pensa mais sobre o problema? Quem é o maior beneficiado se o problema for resolvido? Quem tem mais a Continue a leitura

Ser Coach Parte 3 – Iniciando o Relacionamento de Coaching

Dando continuidade as 10 postagens sobre SER COACH, nessa 3º parte abordarei o inicio do relacionamento do coaching. Ser Coach Parte 1 – Visão Geral Ser Coach Parte 2 – Fundamentos O inicio do relacionamento de coaching se da em 4 etapas. Vou aborda-las a seguir. 1) Porque você quer ser treinado? Assim você vai determinar o por que o coachee/cliente está buscando um relacionamento de coaching. Qual a visão deles ou do futuro que os leva ao processo? Eles podem ajudá-lo a ver o que eles gostariam de ver em si mesmos ou no futuro? Algumas perguntas a serem feitas: Por que você está interessado em ser treinado? Qual foi a gota d’água que o levou a, “eu tenho que ter ajudar com isso”? Qual objetivo você espera alcançar? Qual é a prioridade de alcançar esse objetivo em sua vida? Que tipo de sacrifícios você espera fazer para atingir esse objetivo? Ajude o cliente a despertar a paixão pela transformação Continue a leitura

O Poder do Subconsciente – Insights do Livro

Esse livro é um clássico, um campeão de vendas com mais de 1 milhão de cópias vendidas no Brasil. O livro que eu li era da 50º edição! Mas bom, sobre o que esse livro fala? O livro aborda o poder de nossa mente subconsciente, que cuida de todos os processos involuntários de nosso corpo, como respirar, fazer o coração bater, liberar anti-corpos, e vai além, Dr. Murphy afirma que a mente subconsciente é capaz de acessar a consciência coletiva, uma mente divina, que pode transformar nossa vida interna e externa, trazendo casos reais de pessoas que transformaram suas vidas com o método. A mente consciente é lógica, racional, fria, e utiliza apenas 10% do nosso processamento cerebral, é a mente que usamos no dia-a-dia. Já a mente subconsciente fica “escondida”, é dela que surgem os insights criativos, é dela que surgem nossas reações emocionais e sentimentais, é ela que coordena muitas partes de nossa vida, de forma discreta e Continue a leitura

Ser Coach parte 2 – Fundamentos

Dando continuidade as 10 postagens sobre SER COACH, nessa 2º parte abordarei os fundamentos do processo de coaching. Lembrando que na primeira postagem, coloquei uma visão geral sobre o que é SER COACH, confira aqui. A base do processo de Coaching é RELACIONAMENTO. Todas as transformações são baseadas em processos pessoais, de vida para vida e não de informações sobre a vida (O Coach não é um mentor, não é um instrutor). Os 6 fundamentos de uma relação de coaching: 1) CONFIANÇA Qualidade intangível, fidelidade, suas palavras e ações deve ser completamente consistentes. É construída com o tempo, com constância, nas duas vias (cliente (coachee) e o Coach) As promessas devem ser cumpridas (de ambos os lados). 2) COMUNICAÇÃO CLARA Eu sei o que é esperado de mim na relação, é uma relação de confiança, com clareza. Sem áreas cinzentas no relacionamento(mau esclarecidas), se existirem dúvidas sobre o significado de algo, deve existir abertura para esclarecimentos. 3) TRANSPARÊNCIA – AMOR INCONDICIONAL Continue a leitura

Ser Coach parte 1 – Visão Geral

Em uma série de 10 publicações, vou abordar o processo de coaching, o que é, como funciona, para quem serve, para o que serve, etc. Esses artigos são úteis para aqueles que gostariam de se tornar coaches, para os que já são coaches, e para aquelas pessoas que buscam resultados mais positivos em suas vidas, ou seja, aqueles que querem a ajuda de um profissional. Ser Coach parte 1 – Uma Visão Geral Um Coach deve acreditar em pessoas Um coach deve trazer o que existe de melhor de dentro das pessoas para fora. Ele deve conseguir observar com o coração, com paixão pelo potencial das pessoas. Ser coach é um estilo de vida! Por que você gostaria de ser um coach? Pense e responda essa pergunta… As habilidades são importantes. O treinamento é importante. Os métodos são úteis. Mas NADA pode substituir o CORAÇÃO!  Nós não ouvimos porque é parte do programa. Nós ouvimos porque acreditamos. Acreditamos nas pessoas O Coaching Continue a leitura

Insights do livro: Criatividade, Liberando sua Força Interior

Olá! Tudo bem? Como anda o seu treinamento criativo? Nesse post apresento insights sobre o livro Criatividade liberando sua força interior do Osho. Para quem não conhece o autor, Osho foi um mestre espiritual indiano cheio de controvérsias e seguidores. Lembrem que para a criatividade florescer é necessário liberdade de pensamento, ter a mente aberta, curiosa, e evitar qualquer pré-julgamento, algo bem difícil pois somos bem treinados na arte de julgar. Os insights estão levemente organizados em categorias. Sobre a Criatividade A criatividade é a maior forma de rebeldia da existência. Se deseja criar você tem que se livrar de todos os condicionamentos; do contrário, sua criatividade não passará de mera imitação, será apenas uma simples cópia de algo. Na ação, há criatividade, toda espécie de criatividade – música, poesia, pintura, escultura, arquitetura, ciência, tecnologia. Criatividade é pulsar em absoluta harmonia com o Todo. Criatividade requer atividade. Qualquer coisa pode ser criativa; é você que confere essa qualidade à atividade. Criatividade Continue a leitura

A Felicidade como Medida para o Sucesso

A Felicidade como Medida para o Sucesso “Não existe um caminho para a felicidade. A felicidade é o caminho.” – Thich Nhat Hanh, mestre Zen Antes de começar, gostaria de lembrar o que é o sucesso na minha visão. Sucesso é atingir metas e objetivos pessoais, é realizar a sua missão, ou seja, o sucesso é diferente para cada pessoa, e é necessário autoconhecimento para descobrir qual é a sua missão e quais são os seus objetivos. Em sua jornada empreendedora, viva cada momento com felicidade. Conseguir ser feliz durante todo o caminho, e não apenas ao chegar no destino, é a garantia do seu sucesso. Se você já é feliz no agora, sua ânsia de chegar lá e todos os seus medos serão muito menores. Estar feliz significa estar no caminho certo, não é uma felicidade momentânea, mas uma felicidade constante. Acredito que podemos definir a felicidade como uma variável que pode ser observada, medida, acompanhada e levada em conta em nossas decisões. Continue a leitura

O Medo

O Medo “O maior erro que você pode cometer na vida é passar a vida com medo de cometer erros” – Elbert Hubbard, filósofo e escritor norte-americano O medo nos faz usar mascaras O medo está presente em todos os aspectos de nossas vidas, é o medo que nos impede de ser quem nós realmente somos, é ele que nos faz usar máscaras o tempo todo. Eu sou uma pessoa no meu trabalho, eu sou outra pessoa com meus amigos e outra com a minha família. Eu ainda uso uma máscara para mim mesmo, para que eu possa esconder os meus defeitos e minhas frustrações. Cada máscara que usamos nos faz perder um pedaço de nossa essência, é trabalhoso nos esconder e ter que controlar mentalmente cada uma de nossas ações. Chegamos a um ponto em que nos perdemos quase que por completo em meio às ilusões que criamos, e ficamos completamente infelizes. Afinal, porque usamos tantas máscaras? Pois temos Continue a leitura

As diferenças entre Mente Concreta e a Mente Abstrata

As diferenças entre a mente concreta e a mente abstrata A mente concreta, o intelecto, é responsável por todos nossos pensamentos do cotidiano, é ele que usamos para resolver uma questão algébrica, é ele que usamos para interpretar um texto, é ele que usamos para comparar duas tabelas de dados. Ele nada mais é do que um poderoso instrumento da mente abstrata, muito útil apesar de suas limitações. É um instrumento que não pode produzir nada sem que a pessoa o maneje adequadamente. Porém, é impossível produzir qualquer coisa sem o instrumento apropriado. Se o nosso instrumento intelectual é deficiente, mal desenvolvido ou mal nutrido, não será possível que a mente abstrata se manifeste por meio dele. É necessário possuir um forte instrumento intelectual para expressar a compreensão da mente abstrata. Por isso, não venho aqui denegrir o intelecto, mas sim, mostrar o quão importante é fortalecê-lo e aprender a dominá-lo. Sem dominar o intelecto, é impossível acessar a mente Continue a leitura